NOTÍCIAS

ES É O ESTADO QUE MAIS ABRIU CERVEJARIAS 

Convento Cervejaria na Serra
 

O Sul e Sudeste concentram 80% das cervejarias do Brasil, de acordo com o Ministério da Agricultura e Abastecimento (Mapa), na edição mais recente do Anuário da Cerveja. No levantamento, o Espírito Santo é apontado como o estado que alcançou um crescimento de 100% do setor. E qual seria o motivo desse aumento?

Para o empresário Léo Leal, sócio de uma cervejaria artesanal na Serra, foi a abertura das microcervejarias, ao oferecer opções de sabores e intensidades diferentes da bebida, que acabou provocando uma apreciação maior dos capixabas. "O consumo da cerveja artesanal era muito restrito. Agora está mais disseminado e quem nunca tinha provado, experimentou e gostou. Passou a consumir com frequência e impulsionando o setor", disse.

Ele, que divide o comando da Convento Cervejaria com outros quatro sócios, acredita que nem a pandemia fará o apreço do capixaba pela cerveja retroceder. "É um consumo que vai crescer. No nosso caso, mesmo tendo pausado alguns investimentos e avanços previstos para este ano, a previsão é de retomada significativa e gradual daqui para a frente. O pior já passou", acrescentou.

O levantamento informou, ainda, que a cerveja é o produto com mais pedidos de registro no Ministério da Agricultura e Abastecimento. Em 2019, foram 9.950 enquanto que para o vinho as solicitações somaram 1.676, bebida alcoólica mista 1.251, suco 1.094 e cachaça com 857.

 

Convento Cervejaria na Serra


Saiba mais

O sabor da cerveja artesanal foi o fator mais relevante para decisão de compra dos capixabas. A informação é de Mileide Fabiana Testa em pesquisa para o trabalho de conclusão de curso da Faculdades Integradas de Aracruz, curso de Administração. Segundo ela, "a maioria dos entrevistados concorda que a cerveja artesanal possui qualidade superior quando comparada com a cerveja industrial e consomem a bebida em busca de variedade de estilos".

 
Anuário da Cerveja:

http://www.cervbrasil.org.br/novo_site/wp-content/uploads/2020/03/anuario-cerveja-WEB.pdf 

COMENTÁRIOS