COLUNAS

“O EMPRESÁRIO PRECISAR ESTAR REALIZADO PARA GANHAR DINHEIRO E NÃO O CONTRÁRIO”, DIZ ESPECIALISTA

Arthur Galvão. Divulgação

 

Arthur Galvão já prestou mentoria para quase 100 empresas do país e até do exterior

Não é raro ver empresas passando por problemas financeiros ou com dificuldade de posicionamento no mercado. E o erro pode estar na raiz do negócio: a maneira como a empresa se define e sua habilidade de expressar isso para as pessoas. Focar apenas no dinheiro e nas necessidades da empresa pode ser um tiro no pé de quem deseja prosperar o empreendendo. De acordo com o especialista em Marketing de Percepção, Arthur Galvão, o empreendedor precisa sentir a realização do seu propósito antes mesmo da primeira prospecção.

Galvão é criador do Método de Núcleos, um programa exclusivo de posicionamento de mercado e geração de negócios, que nos últimos anos já aplicou mentorias para quase 100 empresas do país e até do exterior.

Ele destaca que o oxigênio das empresas é o dinheiro, mas o coração são as pessoas. É tentador acreditar que os recursos financeiros são suficientes para motivar certas transformações, mas quando estes recursos se tornam o propósito da marca, encobrindo o valor das realizações pessoais, os resultados dos esforços viram verdadeiras sentenças de infelicidade. O que era um sonho, torna-se um fardo.

“Ganhar dinheiro é incrível e muito positivo, mas quando supera a importância das realizações dos valores pessoais, começa uma caminhada arriscada sobre uma fina camada de gelo no lago da infelicidade. Já vi empresários que comandaram suas empresas por quase meio século e nunca foram felizes. Às vezes, até mesmo suceder um negócio próspero da família – que poderia ser o sonho de muita gente – também não é o suficiente para manter os herdeiros no negócio’’, disse. 

A mentoria promove que o empreendedor potencialize as oportunidades de negócios sem a necessidade de investir rios de dinheiro. Durante a mentoria, Galvão também identifica como o empresário pode ser mais valorizado pelo que faz e ajuda a compor os indicadores e critérios mais eficazes para decidir até onde está disposto a ir pelo negócio e até mesmo se é o momento de mudar de área.

“Certa vez, um cliente me procurou para resgatar sua empresa na área de eventos e, durante as mentorias, ficou claro que não era o que fazia o seu coração cantar. A conclusão do trabalho foi uma nova empresa na área de educação corporativa. Hoje ele está mais feliz e com maior rentabilidade”, afirmou.

Segundo Galvão, ao contrário do que muita gente pensa, é possível viver do que amamos e fazer e isso não é privilégio de poucos, isso é um direito de todos. “Quando tudo parecer estar errado, quando as coisas não saem como gostaríamos e o mundo parece estar passando como um trator sobre nós, é apenas a vida nos mostrando que já estamos prontos para sermos uma pessoa ainda melhor. Empreender é o caminho que permite que não fiquemos torcendo para que as coisas deem certo. Permite que determinemos a nossa própria sorte”, destacou.

Manhã de Negócios

Nesta quarta-feira, dia 20 de novembro, Arthur Galvão ministrará uma mentoria ao vivo para empresários capixabas durante o 119ª Manhã de Negócios, organizado pela Associação Comercial de Vitória. Com o tema ““Como vender pode ser mais rápido que pensar”, o especialista em Marketing de Percepção vai dar instruções práticas para os empresários e esclarecer dúvidas sobre como serem mais valorizados e reconhecidos pelo que oferecem no mercado.

Serviço

119ª Manhã de Negócios – quarta-feira, 20 de novembro, às 07h30. Local: Masterplace Mall, Reta da Penha. Endereço: Av. Nossa Senhora da Penha, 2150. Barro Vermelho, Vitória. Inscrições gratuitas pelo site www.manhadenegocios.com.br. Mais informações: (27) 3019-6336

COMENTÁRIOS