NOTÍCIAS

EXPOSIÇÃO COM PEÇAS E OBRAS RARAS DE LEILÃO NO EMPÓRIO DAS ARTES

O _Samba do Terreiro_ do capixaba Heitor dos Prazeres

 

Quadros datados de momentos históricos, esculturas e móveis assinados por designers fazem parte do acervo do Leilão de Julho Empório das Artes, que estará aberto para visitação de 11 a 15 de Julho, no primeiro piso do Shopping Vitória

Obras de nomes como Di Cavalcanti, Cândido Portinari, Salvador Dalí e os capixabas Levino Fânzeres e Heitor dos Prazeres, além de artigos assinados por Oscar Niemeyer e pelos designers Georges Briard e Sergio Rodrigues fazem parte do acervo do Grande Leilão de Julho do Empório das Artes, aberto à visitação a partir desta quinta-feira, dia 11 de julho, até a próxima segunda-feira, dia 15, das 10h30 às 21h30, sendo no domingo das 14h30 às 20h30, no primeiro piso do Shopping Vitória. O pregão acontece na terça-feira, dia 16 de julho, às 20 horas, sob o comando dos leiloeiros Mauro Cesar e Flavia Rocha.

Segundo o marchand Lélio Cimini, os leilões são uma chance de adquirir obras raras e também uma boa oportunidade para decorar a casa com objetos históricos a preços acessíveis. Ele destaca que são 230 lotes disponíveis, sendo um terço de quadros e 50% de lance livre.

Acervo Empório das Artes

Como em todo leilão do Empório das Artes, os quadros de artistas renomados com histórias singulares se destacam e representam uma grande oportunidade para colecionadores e até investidores. Para o Grande Leilão de Julho do Empório das Artes, foram selecionadas obras de arte como: a gravura original da série “Divina Comédia”, assinada por Salvador Dalí, feita sob encomenda do governo espanhol para comemorar os 200 anos do livro de Dante Alighieri; a serigrafia “São João Batista”, de Cândido Portinari, editada por Mario De La Parra; a serigrafia “O Beijo”, de Di Cavalcanti, também editada por Mario De La Parra; o “Samba do Terreiro” do capixaba Heitor dos Prazeres; “Rosas” do impressionista belga Emile Baes, que pertenceu ao acervo de um Embaixador Brasileiro; “Frade e a Freira” do carioca Bustamante Sá; e “Prainha com Convento da Penha” de Levino Fânzeres. Estas são algumas das peças que devem ter disputada acirrada no pregão.

Além de itens de arte tradicionais e relíquias, o leilão vai disponibilizar esculturas assinadas por ícones como Ceschiatti (“As Três Graças”) e Oscar Niemeyer (“Maquete do Monumento”, esculpida em bronze com pintura automotiva), a capixaba Ana Paula Castro e o escultor mineiro João Neres, com a peça “Puttinos”, esculpida em bloco único de madeira, datada da década de 70. O destaque vai para a “Pantera Negra”, escultura imponente e exclusiva em gabro, uma rocha ígnea, que ornamentava a vitrine de uma antiga e extinta joalheria do Rio de Janeiro.

Entre os itens de mobiliário estão: o sofá e as poltronas no estilo Luis XV, em madeira entalhada e folheadas a ouro, dispostos em lotes separados; o carrinho de chá ou bar móvel com design de José Berenfeld, em madeira nobre com tampos articuláveis apoiado em quatro rodinhas; bookcase com escrivaninha em madeira nobre ricamente entalhada, datada das décadas de 40 e 50, com ornamentos em radica, vidros bisotados com enfeites estilo veneziano, e compartimento secreto.

O acervo especial do Leilão Empório das Artes dispõe, pela primeira vez, de uma poltrona mole assinada pelo renomado designer Sergio Rodrigues, item-desejo entre os apaixonados por design. Datada da década de 60, é produzida em couro com estrutura em madeira jacarandá.

Há também peças como a coleção de copos franceses com vidro decorado em preto e azul assinada pelo designer americano Georges Briard e o aparelho de jantar em faiança inglesa “Star” com 23 peças, ideais para quem gosta de promover jantares em casa.

Coleção de Embaixador Brasileiro

Um dos destaques do Grande Leilão de Julho do Empório das Artes é o acervo adquirido de um embaixador brasileiro. Entre os itens da coleção estão os tapetes no estilo Tabriz e Ardebil; o quadro “Rosas”, do pintor impressionista belga Emile Baes, presente em grandes museus internacionais; uma imponente cristaleira em madeira nobre de Leandro Martins; e um antigo conjunto de mesa ninho, com design oriental assinado por George Zee, produzido em Hong Kong, entre as décadas de 50 e 60. São 4 mesinhas ninho em tamanhos variados, entalhadas com flores nos tampos e cenas orientais nas laterais em relevo.

Serviço

Grande Leilão de Julho do Empório das Artes com cerca de 230 lotes disponíveis e 50% de lances livres

Data da Exposição: de 11 a 15 de Julho, das 10h30 às 21h30, sendo no domingo, dia 14, das 14h30 às 20h30.

Entrada franca.

Pregão: 16 de Julho, às 20h, comandado pelo leiloeiro Mauro César Rocha e Flavia Rocha.

Local: primeiro piso do Shopping Vitória (antiga loja Ricardo Eletro, em frente à Centauro).

 

COMENTÁRIOS