NOTÍCIAS

10 BANDAS CAPIXABAS DISPUTAM A 2ª ETAPA DO VITÓRIA ROCK FESTIVAL

O evento acontece no sábado (30), no estacionamento do Shopping Vitória

Foto Divulgação

Chegou a vez de mais 10 bandas capixabas de rock disputarem mais três vagas na final do Vitória Rock Festival. É que no sábado, dia 30 de junho, acontece a 2ª etapa do Festival, a partir das 13h, no estacionamento do Shopping Vitória. Os ingressos já estão à venda.

 

Seis bandas disputam na categoria ‘King of Cover’ duas vagas para a final: Letal (Cover Metalica); Over Jam (Cover Pearl Jam); The Windows (Cover The Doors); The Singles (Cover Beatles), Dublin (Cover U2) e Sheep & Parafina (Cover REM). Já na categoria ‘Original Band’ de bandas autorais, as quatro bandas capixaba que disputam uma vaga da final são: Like a Boss, Zé Maholics, Quintal Selvagem e Frenesia. Na grande final, uma banda cover e uma banda autoral sairão vencedoras, e cada uma levará para casa uma moto Harley-Davidson Iron 883 0km.

 

A 2ª etapa do Festival ainda terá show exclusivo da convidada Pé do Lixo, banda  de rock capixaba, referência da música do Espírito Santo, mas que não está mais em atividade há alguns anos, mas se uniu para tocar no evento. Composta por Reginaldo Secundo, Sandro Braga, Claudio Gracio, Rafael Nader, Claudio Manga e Rafael Jabah, o grupo promete uma explosão de rock e energia no palco com canções que marcaram uma geração.

 

Os shows começam a partir das 13h e vão até às 23h45. Além de muita música, o festival contará também com outras atrações como: pista de test ride para o público sentir a experiência de andar em uma Harley-Davidson pilotando ou na garupa; Jump Start que é o simulador da sensação de pilotagem de uma Harley-Davidson; espaço Tattoo com tatuagens da marca 0800, ou seja, ‘free’; espaço kids; barbearia, e a praça de alimentação com o Churrascada da Ilha sob o comando do Argento Parrilla.

 

Serviço:

30 de junho - sábado - 2ª etapa do Vitória Rock Festival - show com as bandas cover capixabas: Letal (Cover Metalica); Over Jam (Cover Pearl Jam); The Windows (Cover The Doors); The Singles (Cover Beatles), Dublin (Cover U2) e Sheep & Parafina (Cover REM); e shows com as bandas autorais: Like a Boss, Zé Maholics, Quintal Selvagem e Frenesia. Convidado especial: Banda Pé do Lixo.

Horário: 13h às 23h45. Local: estacionamento do Shopping Vitória. Valores dos ingressos: Lote promocional: ESGOTADO. 1º Lote: R$ 40,00 (meia). Pontos de vendas: Loja Vitoria Harley-Davidson (Rua Humberto Martins de Paula, 30, loja 1, Enseada do Suá, Vitória); ou Quiosque Acesso Vip no Shopping Vitória; ou pelo site do www.blueticket.com.br/. Classificação: 16 anos. Menores de 16 anos devem estar acompanhados dos pais ou responsáveis.

 

Conheça mais cada banda da 2ª etapa:

Categoria King of Cover:

Letal (Cover Metalica) - A banda Letal foi formada em 1997 com nome Letal Poom, onde começou como cover de Metallica, Black Sabbath, Beatles e outras. No decorrer dos shows foi ganhando um público fiel e incorporando músicas próprias, se revelando como uma das bandas mais populares no cenário underground capixaba e nos movimentos alternativas da Barra do Jucu do final da década de 90. Em 2000, com a primeira mudança de formação, passou a se chamar apenas LETAL, gravando a primeira demo tape. Em 2001 a banda acabou e os participantes seguiram para outros projetos. A LETAL se reuniu em 2007 dedicada exclusivamente a prestar um tributo a sua maior inspiração, a banda METALLICA, e desde então vem fazendo várias apresentações pelo Estado. A banda é formada por: Marcos Sucupira “Kinho” – Vocal e guitarra; Marcus Fiorion – Bateria e Backing vocal; Anderson de Oliveira – Guitarra; Bernardo Bertoldi – Baixo.

Over Jam (Cover Pearl Jam) -  A banda de Rock Pearl Jam é o ponto de partida de criação da banda Over Jam cujos músicos se identificam não só com o som, mas com a postura social desse grupo.  Formada em 2006, a banda tem por objetivo reproduzir todos os clássicos do Pearl Jam assim como as canções “Lado B” e novidades do grupo.  Mantendo o som fiel ao original com apresentações enérgicas e furiosas, vem fornecendo aos fãs uma oportunidade de extravasar e compensar a impossibilidade de curtir um show com a banda original, tornando assim um momento único nos encontros com o público. Integrantes da banda: Leonardo Dessaune e Diego Soeiro (Guitarras); Welingto Travia (Baixo); Neto Dessaune (Vocal) e João Paulo (Bateria).

The Singles (Cover Beatles) – é um grupo conhecido pelo seu conforto e afinidade em transitar pelas clássicas canções do Rock and Roll com uma interpretação técnica e artística adequada. Tendo como influência principal os Beatles, a The Singles acumula mais de uma década de experiência tocando tanto no cenário nacional como no internacional. Seus membros participaram da International Beatle Week em Liverpool, do Abbey Road on The River nos EUA, da BH Beatle Week entre outros por vários anos. Tendo sempre como fundação sólida a música dos Beatles, a banda The Singles toca desde Johnny Cash até Eric Clapton, passando por Elton John, Bob Dylan, Elvis e muitos outros personagens desse incrível período da música.

Dublin (Cover U2) – a banda é formada em meados de 1998 por Rafael Sodré (Guitarra) e Rodolfo Toniati (Baixo), com o intuito de realizar o simples desejo de tocar as canções dos irlandeses do U2. No dia a dia, o projeto foi se tornando mais sério e com cada vez mais público e mais espaço no cenário musical. O Dublin se consolida como uma das melhores bandas de cover do U2 do Brasil e preza pela fidelidade sonora, tentando fazer tudo exatamente igual ao quarteto irlandês. No repertório não constam somente os maiores clássicos do U2, mas também os excelentes B sides, que o Dublin executa de forma especial. A banda é formada por Rafael Sodré (Guitarra), Rodolfo Toniati (Baixo), Romeu Neto (Bateria) e Rubinho Gabba (Vocal).

Sheep & Parafina (Cover REM) - banda cover de pop-rock/rock que reproduz os clássicos do surf music, new wave e post-punk das décadas de 80 e início de 90, formada por cinco músicos experientes e atuantes na cena musical capixaba há pelo menos 20 anos. A banda foi idealizada pelo amigo e atuante produtor musical Fabrizo Sathler, que viu nos músicos Rodrigo Carneiro e Bruno Ratão o potencial para ocupar um nicho pouco explorado dos anos 80. Somou-se ao projeto o guitarrista Leandro Haddad, o tecladista Oliver Martins e o baixista Fabrício Bicudo. A Sheep & Parafina possui um repertório formado por músicas que embalaram as pistas de dança e rádios da época, possuindo assim um grande apelo comercial e nostálgico àqueles que vivenciaram as emoções desse período. São algumas das fontes inspiradoras do repertório da banda: REM, Inxs, B-52´s, Men at Work, Midnight Oil, The Smiths, Simple Minds, Hoodoo Gurus, U2, The Cure, entre outras.

The Windows (Cover The Doors) - fundada em 1994 e especializada em covers do The Doors: clássica banda do Rock mundial, da década de 1960 e início de 1970. As composições caminham com naturalidade entre o Blues e o Rock, mas sofrendo influências marcantes de vários outros estilos. A linha poética das canções é o que parece dar rumo às músicas, conduzidas em plena harmonia com as performances de palco, envolvendo muitas vezes o público numa catarse só possível pelo perfeito entrosamento entre a cena performática e o som orgânico que sai dos instrumentos. A banda The Windows se esforça neste sentido há 24 anos, e apesar de sua formação ter se modificado algumas vezes durante este percurso, atualmente conta com músicos experientes e com extensa bagagem musical. As contribuições de Léo Machado (contrabaixo) e Leonardo Condor (guitarra), mantém viva a autenticidade pretendida pelo grupo e garantem um constante aprimoramento técnico e artístico da banda. O vocalista Alessandro Chakal possui a mesma extensão vocal de Jim Morrison (barítono), o que ajuda a cativar o público com o rigor tonal e às vezes dissonante que mantém em baladas inusitadas.  A sutileza dos teclados de Flávio Coutinho traz de volta o clima de alegria dos anos 1960 numa roupagem atual e moderna, que combinado com a mistura de ritmos da bateria conduzida por Rato Vieira, anima o público de uma forma que ninguém consegue ficar parado.

Categoria Original Band

Zé Maholics – devotos do groove e amantes da criação, a banda nasce da liberdade experimentada em jams entre amigos. Formada por Vinicius Braga (voz); Guilherme Bozi ( guitarra ); Guilherme Schwartz ( bass );Enzo Toniato ( batera ), o grupo traz músicas autorais do seu primeiro EP gravado em 2017 e novas composições do próximo álbum que está sendo trabalhado.

Frenesia – A banda foi oficialmente fundada em 2012, porém é resultado da trajetória da banda James que surgiu em 2006, em Vitória. A formação atual conta com Eduardo Nascimento, no baixo; por Isaac Beber, na guitarra; por Gustavo Altoé, no vocal; e por Yohan Sipolati, na bateria. Suas músicas denotam certa influência do funk rock da banda norte-americana Red Hot Chilli Peppers. Mas as referências musicais passam, também, por bandas como Rage Against the Machine, Metallica, Tool, T.M. Stevens, Michael Jackson, e Funkadelic. Em outubro de 2013 a banda foi uma das selecionadas para participar do Festival Bandas de Garage e tocar ao lado de bandas de renome internacional como Sepultura. Ainda em 2013 a lançaram também seu primeiro EP, o “Bolado”, que apresenta cinco faixas gravadas e produzidas em Vitória, e o videoclipe da música “Senhor Frenético”.  Atualmente a banda encontra-se em fase de pré-produção de um novo disco que conterá 11 músicas inéditas e prepara o lançamento de um novo single. 

Quintal Selvagem - O Quintal Selvagem chega para levar aos palcos o melhor do rock contemporâneo. Kings of Leon, The Killers, The Black Keys, Franz Ferdinand, entre outros, estão no set da banda, que também coloca no repertório as clássicas do Chilli Peppers, Foo Fighters, System of a Down e por aí vai. Com esse power trio no palco, o bom e novo rock'n roll chega na cena para todas as gerações que gostam do estilo.

Like a Boss: a banda surgiu do desejo de seus integrantes de retornarem às suas origens musicais, assim se desenvolverem musicalmente e testaram novas técnicas e arranjos. Trazendo uma roupagem moderna e popular ao blues, a banda apresenta alguns dos maiores ícones do gênero (de Muddy Waters, B.B King, SRV a John Mayer), além de “blues versions” de artistas contemporâneos como Alicia Keys, Cazuza, Marisa Monte, Nando Reis, entre outros. As variedades de referências têm agradado os mais variados públicos, deleitado amantes do gênero e despertado em leigos, novos adeptos do bom e velho Blues. Com drive paulistano no vocal, timbre carioca na guitarra, groove mineiro no contrabaixo e bateria, a banda é formada por Felipe Azevedo (Violão, Guitarra e Vocal), Guinho Lima (Guitarra), Glauco Vieira (Baixo) e Pedro Henrique (Bateria).

COMENTÁRIOS