COLUNAS

PROJETO SOCIAL EM CARIACICA INCENTIVA ALUNOS NO COMBATE À COVID-19

Programa Ciranda do Saber
 
Professores utilizam música como ferramenta para educação sobre a doença


Com aulas online e atividades que envolvem pais e alunos da comunidade de Nova Rosa da Penha  II, Cariacica, professores dos projetos sociais Eco Voice e Eco Music, que promovem, respectivamente, aula de canto e violão, encontraram novas formas de propor atividades e incentivar as crianças a continuarem a prática das lições aprendidas nas aulas antes do período da quarentena.

Os projetos sociais Eco Voice e Eco Music fazem parte do Programa Ciranda do Saber e, juntos, somam 80 alunos. Com o objetivo de proporcionar a inclusão social e também formar cidadãos com consciência ambiental, as iniciativas contribuem para aprimorar a aptidão musical de crianças e adolescentes, a partir de uma vivência que busca valorizar a cidadania, além de melhorar o comportamento e revelar novos músicos com um futuro promissor.

Paródia sobre coronavírus como meio de conscientização
As professoras do projeto Eco Voice Clemilza Queiroz e Kelly Cabral explicam que foi a partir da reflexão, junto com a coordenação do programa, sobre as dificuldades que os seus alunos têm passado durante o período de isolamento social que surgiu a ideia de propor a criação de uma paródia sobre o coronavírus. A professora Kelly, ressalta que: "Por várias vezes me questionei qual atividade poderia planejar para os alunos neste período. Queria apresentar algo que pudesse ser feito em casa e que, além de divertir as crianças, também fosse fonte de aprendizagem. Buscamos envolver a família, como pais e irmãos, para que todos tivessem a oportunidade de aprender e ensinar sobre o assunto. Foi assim que cheguei na ideia da paródia, pois, com a letra da música cantada, seria possível adquirir conhecimento", pontua.

De acordo com as professoras, a atividade foi uma forma de continuar a prática do que foi aprendido dentro de sala. Segundo Kelly, muitas crianças participam do projeto por prazer e toda semana esperam ansiosos para as aulas, no entanto, agora na quarentena, é difícil estarem dentro de casa sem poder ver os colegas ou sair com os pais. "Não tem sido fácil para os alunos ficarem sem contato social, por isso, por meio dessa ideia, tenho certeza que consegui diminuir um pouco a ansiedade deles. Acredito que a atividade tenha feito muito sucesso, pois algumas crianças se sentiram desafiadas e já até concluíram com paródias muito informativas. Fiquei feliz com o retorno que tivemos até aqui", destaca.

Aulas online para não perder a prática
Paralelamente, o professor do projeto Eco Music, que ministra as aulas de violão, Raphael Folhagem, realiza aulas on-line para continuar a manter os alunos interessados pelo o que foi aprendido nas aulas presenciais.  

Mirela Souto explica que a Marca Ambiental é a idealizadora do Programa Ciranda do Saber e destaca que essas ações são primordiais para incentivar os alunos na quarentena. "O encontro desses dois projetos, estimula os alunos a criarem músicas, paródias, ao som dos acordes e lições que aprendem nas aulas de canto e violão, o resultado não poderia ser melhor, estímulo, talento, educação e disciplina vêm revelando talentos. Mesmo em um período difícil, a tecnologia é responsável por aproximar as pessoas e fazer com que as crianças não percam a prática e nem a esperança de passar por todo esse momento", pontua a gerente de comunicação.

COMENTÁRIOS