COLUNAS

EXCESSO DE TECNOLOGIA PREJUDICA O SONO DE CRIANÇAS E JOVENS

 

O uso de tablets e celulares por longos períodos e até tarde da noite, muitas vezes passando da meia-noite, já se tornou hábito frequente em muitas famílias. Mas o acesso cada vez mais cedo e muitas vezes irrestrito a aparelhos eletrônicos traz diversos prejuízos para a saúde de crianças e adolescentes, em especial no que diz respeito à privação do sono.

"Hoje em dia vemos crianças muito pequenas com acesso a celulares e tablets, seja para elas não perturbarem em restaurantes, seja para que elas fiquem quietas quando estão em casa. A consequência disso são crianças que estão perdendo o sono muito novas", alerta a médica pneumologista e presidente da Associação Brasileira do Sono regional ES, Jéssica Polese. O resultado são crianças que dormem mal, chegam cansadas à escola e apresentam ansiedade e dificuldade de concentração.

A médica afirma ainda que muitos de seus pacientes são adolescentes que trocam a noite pelo dia e isso já é uma consequência da privação de sono na infância e da construção de maus hábitos do sono desde pequenos. Por isso, a atenção dos pais a essa questão é fundamental, já que dormir mal nas fases precoces da vida pode ter forte influência sobre o comportamento e desenvolvimento intelectual, e também favorece o desenvolvimento de sobrepeso e obesidade.

"A criança não vai decidir por ela mesma abandonar o jogo ou o celular para ir dormir. Isso tem que partir dos pais. O ideal é que ela não tenha acesso irrestrito ao aparelho eletrônico e que ele seja desligado pelo menos até duas horas antes do horário da criança dormir para a mente ir se acalmando", acrescenta a médica.

Jéssica Polese

Atitudes para uma boa higiene do sono das crianças:

- Os pais devem criar uma rotina consistente de ir para a cama, ou seja, no mesmo horário e com as mesmas ações. A leitura de um livro enquanto a criança se prepara para dormir pode ajudá-la a relaxar,

- Televisores, celulares e tablets devem ser desligados ao menos duas horas antes da hora da criança dormir;

- O ambiente do quarto deve ser silencioso, escuro e com temperatura adequada. Muitas crianças não conseguem dormir com as luzes totalmente apagadas, e nesses casos, abajures podem resolver o problema;

- A rotina do sono deve também incluir a fixação de um horário para acordar. Quando os pais permitem que os filhos acordem mais tarde com certa frequência, eles podem estar dificultando o processo de ir para a cama à noite, criando um círculo vicioso.

 

crédito foto principal: Escola foto criado por master1305 - br.freepik.com

COMENTÁRIOS