COLUNAS

"CHEIROS E SABORES DO MÊS DE JUNHO"

Nada mais gostoso que a memória afetiva do mês de Junho

Mesa de quitutes juninos, foto: google imagens

E chegou a temporada das guloseimas juninas, e vamos combinar que o clima frio só ajuda pra gente se esbaldar: canjica, quentão e milho cozido. Um quitute mais gostoso que o outro, tem ainda pé de moleque,  bolo de mandioca, caldo verde, hummm, só coisa boa e quase todos, nos fazem lembrar da infância não é mesmo? Comida junina sempre rola aquele sentimento!  Ou vai me dizer que quando você coloca uma colherada de papa de milho na boca, você não sente  aquela lembrança da papa com canela da sua avó,  tudo bem, pode ser do caldinho de feijão da sua tia ou daquele pé de moleque que vendia na barraca da escola, isso é memória afetiva minha gente e comida tem muito o dom de trazer isso à tona.  

Eu tenho a minha com bolo de mandioca, lembro que todo mês de junho montavam uma barraca de guloseimas juninas em uma loja perto da minha casa, e minha mãe que não dispensa um doce passava sempre lá pra comprar o bolo de mandioca que vendiam, eu até cheguei ir algumas vezes com o dinheirinho contado comprar o tal bolo pra levar pra ela, gente, e era bom o danado do bolo viu, até hoje procuro esse sabor por aí, e difícil de achar, já provei um monte e não acho, tem bolo de mandioca que é pura manteiga, outros parecem uma goma de tão borracha que fica. Ai ai... quem me dera encontrar esse bolo de novo, comida junina só traz boas lembranças, daquelas capazes até de nos transportar pelo tempo!

Mas vamos ficar tranquilos que não é preciso frequentar todas as  festas juninas da cidade pra encontrar esses quitutes não, as padarias super se inspiram nessa época  e sempre fazem algumas delícias inspiradas nas festividades de São João, e se você quiser ir além eu tô aqui pra te ajudar, nada como receitinhas juninas selecionadas pra gente fazer gordice em casa, até porque comidinha caseira é tudo de bom, feito com amor então, não tem preço! 

Escolhe já a sua receita e bora preservar essa memória afetiva na cozinha! Ahh e se tiver bolo de mandioca, me convida por favor!

PAPA DE MILHO:

1 l de leite integral

5 espigas de milho verde raladas

5 colheres de sopa de açúcar

1 pitada de sal

Canela

Modo de Preparo:

Bater no liquidificador por aproximadamente 10 minutos as espigas raladas, o leite o açúcar e o sal. Depois de bem batido coar essa mistura e levar ao fogo sempre mexendo até engrossar, após esse cozimento colocar em tacinhas e salpicar a canela. Se preferir frio levar na geladeira por 1 hora antes de servir.

CANJICA:

1/2 kg de canjica branca

02 litros de leite integral

01 lata de leite condensado

04 colheres (sopa) de açúcar

Canela em pó (a gosto)

Amendoim torrado e moído grosseiramente (opcional)

MODO DE PREPARO

Coloque a canjica de molho na água e deixe repousando de um dia para o outro. Escorra toda a água, coloque em panela de pressão e coloque água até aproximadamente 3 cm acima do nível da canjica. Deixe cozinhar na pressão durante 15 a 20 minutos. Enquanto isso, coloque em uma panela o leite, o leite condensado e o açúcar e leve ao fogo. Em seguida, com o leite já em ponto de fervura, coloque toda a canjica e deixe cozinhar em fogo baixo até o leite ficar cremoso (aproximadamente 30 minutos), mexendo sempre para não grudar no fundo.

Obs: quem gosta de canjica com amendoim, pode acrescentá-lo ao final do cozimento. Para servir, peneire a canela em pó por cima da canjica.

QUENTÃO:

1 garrafa de cachaça (600 ml)

600 ml de água

1/2 kg de açúcar

Casca de 2 laranjas

Casca de 1 limão

50 g de gengibre em pedacinhos

Cravo-da-índia a gosto

Canela de pau a gosto

1 maçã cortada em pedacinhos

MODO DE PREPARO:

Colocar em uma panela grande o açúcar, as cascas de laranja o limão o gengibre, o cravo e a canela. Quando o açúcar estiver derretendo colocar a cachaça e a água, deixando cozinhar por 20 a 25 minutos em fogo médio. Filtre, e após coloque a maçã picadinha, manter no fogo, após o preparo pra servir sempre quente!

PAÇOCA:

500 g de amendoim torrado e moído com pele

1 pacote de bolacha maizena

1 lata de leite condensado

MODO DE PREPARO

Torre o amendoim por aproximadamente 20 minutos, bata no liquidificador até que fique todo triturado. Coloque em uma vasilha grande para que possa misturar todos os ingredientes bem. Bata a bolacha também no liquidificador, misture ao amendoim, coloque o leite condensado aos poucos, mexendo bem, até que fique uma massa bem dura, espalhe em uma forma média untada com margarina, apertando bem com as mãos. Deixe descansar por 20 minutos e corte oe quadradinhos. 

 

COMENTÁRIOS